A Associação dos Amigos do Caminho de Santiago de Viana do Castelo manifesta total desagrado com o modo como foi colocada a sinalética no centro histórico de Viana do Castelo no Caminho de Santiago.

No âmbito da candidatura “ Valorização dos Caminhos de Santiago – Caminho Português da Costa” encontra-se no Concelho de Viana do Castelo, entre outros, a decorrer a colocação de sinalética no percurso. Tratava-se de uma urgência, nomeadamente, no centro histórico de Viana do Castelo.

Colocada a sinalética aprovada em fase de candidatura continua a ser uma urgência sinalizar o centro histórico. Qualquer peregrino que chega à cidade pela ponte Eiffel não encontra a sinalização, bem como em quase toda a cidade. A placa de sinalização adotada (em aço corten) e colocada no chão não é visível. Não foi seguido nenhum critério orientador da placa, estão demasiado distantes entre si, umas colocadas do lado direito da rua e outras do lado esquerdo.

Esta situação do centro histórico de Viana do Castelo vai repetir-se em todos os centros históricos pelo que esperamos que se encontre uma alternativa com a Direção de Cultura do Norte e com as demais entidades envolvidas no processo.

O mesmo tipo de sinalética colocada nos edifícios a cerca de três metros de altura será a solução a adotar, situação encontrada por toda a Espanha.

Esta Associação reclama, desde o início das reuniões preparatórias para a Candidatura, uma voz ativa no processo e sempre lhe foi negada essa possibilidade. Os problemas com a colocação da sinalética podiam ter sido evitados. As prioridades no processo de candidatura podiam ter sido outras que respondessem mais às necessidades do peregrino mas tal não foi possível.

Complete a informação ou comente!

*